8.6.08
Anousha Shankar no CCB
No passado dia 2 fui ver um concerto do Anoushka Shankar Project no CCB. Para quem desconhece (como eu até há pouco), sugiro dois links no fundo deste post. O concerto foi uma brilhante mistura de sons tradicionais indianos com ritmos jazzy embriagantes. A Sitar de Anouska é um instrumento magicamente versátil, tocando calmamente suaves trechos que quase nos convidam à meditação ou acompanhando os batuques alucinantes das tablas de Tanmoy Bose. Lembro um diálogo brilhante entre as mãos deste percussionista, que parecem estar em vários sítios ao mesmo tempo, a flauta de Ravichandra Kulur que consegue soprar percussão e a Sitar de Anoushka. Lembro os acompanhamentos de piano, violoncelo e tampura, uma mistura agradável de tradição indiana e jazz, com swing, muito muito swing.

uma_imagem_gira

«Do pai, Ravi Shankar, Anoushka não herdou apenas o nome, mas também o talento, a sensibilidade e o profundo respeito pelas tradições da música indiana. Aprendeu com ele, desde muito cedo, a arte e a técnica do sitar, começando por tocar num instrumento de pequenas dimensões especialmente construído para ela. Com apenas 13 anos deu o primeiro concerto em Nova Delí e desde então a sua carreira não parou de crescer, não apenas como sitarista, mas também como pianista clássica ou directora musical. Aos 27 anos, Anoushka Shankar traz ao Grande Auditório do CCB o seu mais recente e aclamado trabalho “Breathing Under Water”, no qual continua a combinar da melhor forma o sitar e as tradicionais formas melódicas da raga indiana com novas expressões e com instrumentos ocidentais.» (página do CCB)

ANOUSHKA SHANKAR sitar
TANMOY BOSE tablas
RAVICHANDRA KULUR flauta
LEO DOMBECKI piano
BARRY PHILLIPS violoncelo
NICK ABLE tampura

Sugestões:
- actuação no Concert for George, Royal Albert Hall, Londres 29 Novembro 2002
- concerto de Ravi Shankar, Anoushka Shankar e Tanmoy Bose, Santa Cruz 2007



HaloScan.com