12.1.08
Hábitos alimentares
Almoçar fora todos os dias da semana porque o trabalho é longe de casa e não há outras possibilidades obrigou-me a conviver com os hábitos alimentares de algumas pessoas.
Os pratos abundam em gorduras, a batata-frita reina, os doces têm grande saída e as cervejas nem se fala. Muitas vezes é verdade que a escolha não é muita, e o que queremos é despacharmo-nos que temos muito trabalho ou assuntos para tratar à hora do almoço. Não exigimos uma qualidade que só nos beneficia a nós próprios.
O tema da dieta surge sempre à hora da refeição, na escolha do prato, o que quer dizer que as pessoas estão informadas e sabem o que implicam as suas decisões.
Mas na verdade é assim tão difícil pedir arroz, legumes, salada e resistir às batatas-fritas?
Escolher fruta em vez de doce?
Comer uma sopinha?
Por mais gulosos que sejamos até vale a pena comer aquilo de que gostamos muito com menos regularidade para realmente lhe darmos o valor que merece e não o banalizarmos no automatismo do dia-a-dia.
A desculpa da influênica da maioria também me faz um bocado de comichão, então não somos graúdos e não temos muito orgulho da nossa liberdade? Não sabemos tomar decisões individuais?
Só dá vontade de pedir aos restaurantes para deixarem de vender doces e batata-frita que as pobres criancinhas crescidas não sabem tomar conta de si.



HaloScan.com