23.12.07
prenda de natal em forma electronica
(esta prenda é para ser linda a quem acharem ter interesse)
Bailes da Vida
Milton Nascimento

Foi nos bailes da vida, ou num bar em troca de pão
Que muita gente boa pôs o pé na profissão
De tocar um instrumento e de cantar
Não importando se quem pagou quis ouvir, foi assim
Cantar era buscar o caminho que vai dar no sol
Tenho comigo as lembranças do que eu era
Para cantar nada era longe, tudo tão bom
'Té a estrada de terra na boleia de caminhão, era sim
Com a roupa encharcada e a alma repleta de chão
Todo artista tem de ir aonde o povo está
Se foi assim, assim será
Cantando me disfarço e não me canso de viver nem de cantar

Os lemas têm sido ‘quem espera sempre alcança’ ‘devagar se vai ao longe’, ‘o futuro a deus pertence’, ‘que sera, sera; whatever will be, will be – música’

‘falho, falho mais vezes, de cada vês que falho falho melhor’ (samuel becket)

Hoje é dia dos nascimentos, estou orgulhoso de ter nascido neste DIA. Tenho pensado muito em nascer, herança e futuro. Tudo coisas que esperamos boas, que nunca sabemos o que vão ser e passar. Tenho a mania de que ser optimista dá jeito, RIR É TERAPÊUTICO e que têm sido muitos os ganhos desta fase: estágio de vida. Para além de ser uma segunda fase de infância em que me reconheço, e descubro de outra maneira quem me rodeia –tantos e tão bons -, sorte ou escrito em destino, para o bem viemos.
Para ajudar à coisa, não me lembro da parte pior.
Eu digo, que isto poderia ser bem pior, vê-se pelos outros doentes d’Alcoitão, tenho aprendido imenso sobre o meu corpo, sobre quem sou, engraçado isto tudo até para filosofar dava... deixemos isso para o pai Fernando e para a mãe Teresa,amantes do saber,aprende-se imenso com estes 2 alunos.
Pensando de forma materialista (shhh... é segredo) e não é dia para se falar em dinheiros, até se sente a curiosidade latente no pai natal.
Vaidoso se não sou já, vou ficar, tão apaparicado que devo ser fonte d’invejas.
Imagine-se por ex. que não sabia escrever... fala-se em emoldurar a dita tabela de letras.
Já muitas vezes devo ter dito isto (aliás escrito TUDO) . MAS um bem haja tão grande que nem neste sistema solar cabia agradecido para os PAIS, com uma segunda oportunidade para conhecerem quem é o filho que criaram,tanta paciência que tiveram que há-de erguer-se por aí uma estátua marcante em sua homenagem, atenção que se completam... FAMELGA (os avós andam por aí a observar quem deixaram, um brinde a eles) com os tios comandante SÃO e o ‘encosta-te a mim’ ZÉ capricórnio em destaque, chega a ser confuso o que distingue amizade de famelga, TIAGO, primo, q herança terá recebido?
Agora até sobrinha belíssima (tou velho...) já tenho. AMIGOS, tantos e tão bons. que esta oportunidade de encontro só me pode identificar com cada um deles, as GENTES MEDICINAIS d’Alcoitão que acreditaram em mim. Agradecido estou.
Vejo isto mais como uma fase positiva e de crescimento, que uma fase de choro compulsivo. De facto podia ter acabado isto tudo para mim, quando olho para os pacientes e me dizem que já estive parecido com eles, faz-me uma confusão...
Até experienciar o que é ser mudo tem a sua graça, há para aí tantos que falam tanto e não dizem nada de jeito, afinal o q é a fala? Expressão de um pensamento: Coisas q pensamos e queremos dizer, q ficam por dizer, evidências, uma panóplia de ruído.
A falta de juízo (minha maior qualidade) não teve alterações, as mudanças têm sido semanais de tal forma que o Jesus que se estiver atento ao presépio perde algumas por desatenção.
Não sei nem quem está a ouvir, nem quem está a ler isto.
Posso dar-me ao luxo de pedir cd’s, livros e dvd’s sempre é uma forma de conhecer melhor quem me rodeia... até ‘egoísta posso ser, que sou perdoado.’
De qualquer temática de que falem posso dizer coisas boas do que se passa, minto ‘não deve ter sido bom para quem me quer bem, ver-me assim...’obrigado’ não sei se já sai bem e ‘desculpa’, manda a boa educação, hão-de ser as primeiras palavras a dizer.
O principal interessado em ficar bom sou eu.
Bons nascimentos agradecido com um ‘se me babo é por VOCÊS existirem.’
‘A gente vai continuar’



HaloScan.com