1.11.07
posta egocentrica .dois
«Sou feliz só por preguiça.A infelicidade dá uma trabalheira pior que doença: é preciso
entrar e sair dela, afastar os que nos querem consolar, aceitar pêsames por uma porção da alma que nem chegou a falecer. » (Mia Couto in MAR ME QUER)



no dia 18 de novembro do ano passado de madrugada enquanto vinha da má vida entrei através de um acidente na boa vida de um, traumatismo crano-encefálico,tenho demasiados mimos, ainda me torno mimado. estou em alcoitão num hospital de reabilitação há demasiado tempo, após estadas curtas no francisco xavier e no amadora sintra, isto tem sido giro com evoluções constantes (ter o telemóvel para sms já tenho mais tempo de fisioterapia com muito tempo para pensar/observar quem me rodeia

Agora deu-me para isto, ler, ouvir música, ver filmes aproveitar este tempo (de que, apesar do optimismo-dizem que faz bem, eu avredito - herdado, estou farto...), já tenho projectos para um encher de futuros.
Acho que devia ser obrigatório um espaço assim, para vermos a vida e quem nos rodeia, parece que vemos melhor, claro que sem acidentes à mistura.

Vou ser operado à anca e tirar a PEG, leia-se tubo na barriga, pode ser que por isso comece a falar,depois têm que m'aturar...

acho que não posso acabar aqui a posta sem uma palavra para todo o apoio que tenho tido: há três vértices principais: a famelga ( com os pais à cabeça), amigos (são tantos que se torna complicado quando não falamos), um grupo de gente da saúde de alcoitão

este post chama-se assim porque é como o começo de uma segunda fase da minha vida, Sei q vem tarde, mas quando o meu bem-amado corpo o permitiu e com um enorme gosto, assim como quem enche de futuros a vida – valha-nos tanto egocentrismo!



HaloScan.com