4.10.07
Uma manhã no Centro de Emprego
O dia começou e tudo parecia correr bem. Ia tratar das minhas coisas, enquanto esperava a minha vez no centro de emprego para me inscrever, fiz umas compras que necessitava, ali no bairro, e tudo. Até que somos informados que o sistema informático está em baixo e que não se prevê hora de retoma.
Um pai e filho começaram-se a exaltar, desataram aos berros com os funcionários, fazendo acusações que ali ninguém trabalhava e eram todos uns parasitas. Estava tão difícil acalmá-los que chegaram a chamar a polícia com medo que os senhores começassem com agressões físicas para com os funcionários.
A verdade é que juntamente com outros utentes, acabei por ter de me ir embora sem ser atendida. No final de tudo, nem sequer os dois senhores apresentaram uma reclamação.
Ficam algumas dúvidas quanto à eficiência de um serviço totalmente dependente de um sistema informático fraco e da dedicação dos funcionários para tornar o atendimento mais célere.
Voltei outra manhã em que tudo decorreu com muita eficiência.
Talvez haja mesmos dias de azar, e também que a nossa disposição ajude a criar dias de azar.



HaloScan.com