28.11.06
white butterfly
hoje palpei pela primeira vez, muito bem definida, a pequena cabeça de um bebé ainda na barriga da mãe.
quando a descobri, sozinha, sorri. e encontrei o sorriso da mãe.

fiquei um pouco ali… a pensar que as coisas boas fazem-se esperar.
depois abrem os olhos e têm a vida inteira
(como todos nós quando o fazemos, pela manhã).
e por isso eu espero. esperamos. por isso queremos do verbo “querer”, no nosso sorriso que é coisa que consegues sempre.

(um beijo àqueles que sabem exactamente o porquê desta imagem. coisas boas.)



HaloScan.com