22.9.06
Pouco turístico.
Estive em comunidades pouco turísticas.
É pouco turístico…

Lemos. Lemos é pouco turístico.
Porque é uma comunidade que fica isolada 8 meses por ano por a sua estrada se transformar num enorme leito de água.
Porque ali as pessoas não estão habituadas a ter simpatia e por isso também não são muito afáveis.
Porque não há uma casa antiga daquelas de feitor… apenas casas de madeira frágil que seguem o curso de uma longa estrada.

Plateau. Plateau é pouco turístico.
Porque é uma roça que sendo ao lado da importante roça de Java não recebe visitas.
Porque as crianças andam muito sujas e muito rasgadas… Porque elas não conhecem os nossos jogos e demoram muito tempo a percebê-los.
Porque as mulheres não são muito bonitas e os homens também não.

S. José. S. José é pouco turístico.
Porque na maior parte dos dias aquela roça mal se vê encoberta pelo denso e frio nevoeiro.
Porque as crianças não pedem “doce, doce” e porque todos os dias esperam que tenhamos alguma coisa divertida para fazer.

Nova Moca. Nova Moca não é muito turístico.
Porque tudo aquilo que já foi já não é. Porque a casa grande está toda destruída.
Porque impressiona ver dois meninos muito loiros a correr tão nus e sujos como todos os outros.
Porque nenhum adulto gostará que não saibamos o seu nome.

Malanza. Malanza é muito pouco turístico.
Porque não há água nem luz.
Porque temos acartar baldes de água o dia inteiro. Porque temos de tomar banho no rio junto aos porquinhos ou no mar com 50 crianças a seguir-nos e a olhar-nos. Porque tudo o que fazemos é vigiado com a curiosidade de uma série televisiva que eles não sonham que possa existir.
Porque as mais de 300 crianças da comunidade só conhecem brancos que lhes vieram dar brinquedos e foram embora… e ameaçam-nos quando dizemos que não os temos, que só viemos brincar com eles.
Porque todos falam “angolar” que é um dialecto incompreensível para grande parte dos s. tomenses e soa a agressivo.
Porque a única coisa ali construída em condições é a estrada… e não foi construída para eles e sim para dar acesso a locais, esses sim, muito turísticos.

...


Estive em locais pouco turísticos e por isso parece que o tenho para contar e não consigo não se vê em bonitas fotografias… e no entanto elas são muito bonitas. E toda esta gente me ensinou mais do que todo o turismo que já fiz.



HaloScan.com