29.3.06
Currahee ou estar no lugar errado à hora certa
À conta dos DVD's lá de casa, decidi rever os pisódio do "Band of Brothers" (Irmãos de Armas). É aquela série sobre a "Easy Company", uma companhia de infantaria aerotransportada que combateu atrás das linhas inimigas na II Guerra Mundial.

"Currahee" é o título do primeiro episódio que nos conta a história da recruta dos Easy boys. Pode dizer-se que a personagem central deste episódio é o tenete Mehan, responsável pela recruta. O seu passatempo favorito é infernizar a vida aos rapazes. Uma das formas de o fazer é subir o "Currahee", uma montanha perto do campo de treino. O lema é "Three miles up, three miles down"... sempre a correu, seja a que horas for. Ora o tenente Mehan que é tido como o melhor instrutor chega com os seus homens à fase de exercícios de combate. Ele é responsável por guiar os homens em várias simulações contra outras companhias. Acaba por se revelar um desastre no campo de batalha, cometendo erros crassos e levando os homens que tanto o aturaram a recusarem segui-lo para a Normandia. Com mais alguns incidentes, o tenente brilhante acaba por ser chutado para cima -- o seu superior envia-o para outro campo de treino disfarçando a manobra de promoção. Os homens vêem-se livres do instrutor e emerge o novo comandante da Easy -- Winters -- que se revela um às no campo de batalha já no segundo episódio.
O melhor instrutor formou a melhor companhia. Mas Mehan não queria só ser o melhor e formar os melhores. Desejava comandar os melhores. O paradoxo vem a seguir: não se apercebeu que o seu jeito acabava no campo de batalha. A Easy foi uma companhia brilhante e deve uma parte disso a Mehan. Mas o seu mérito (e o seu jeito) acabavam na instrução dos recrutas. Não percebeu que era esse e só esse, o seu lugar. A partir daí estaria no lugar errado. Mesmo que acertasse com a hora, só conseguiria estar no lugar errado à hora certa. Nunca o contrário.
É preciso um certo discernimento para perceber a nossa hora e o nosso lugar.




HaloScan.com