9.2.06
um caminho
Hoje estava perdida algures nos meus pensamentos e lembrei-me de um caminho.
Um caminho que me levava da escola para casa. Um caminho feito a pé naquele dia. E lembro-me de ser pequena, bastante pequena com uma mochila pesada, e de ir a saltitar do passeio para a estrada e da estrada para o passeio, junto ao parque infantil-ruína. Lembro-me exactamente da curva onde ia a pensar como o racismo era uma coisa má. (não sei porque pensaria naquilo nesse dia). E nesse caminho decidi algo... era importante que soubessem que eu não era racista. E então a partir desse dia iria sorrir a todas as pessoas negras pelas quais passasse. Cheguei a fazê-lo. Poucas vezes mas por não os encontrar. Não devem ter achado estranho uma miúda a sorrir.
Mas chegou outro dia, penso que no mesmo caminho mas não me lembro onde, dei-me conta que aquilo também era uma forma de os tornar diferentes. E parei.

Ri-me desta lembrança.



HaloScan.com