13.2.06
Ritmos III
No carro ela disse… “está a começar a cheirar mal”. Ninguém comentou. Segundos depois, lá à frente ele disse “está a cheirar muito mal”. Finalmente as outras duas disseram “Ui que cheiro”. Eu fiquei calada na minha eterna condição de “sem olfacto”.
O pneu estava a começar a arder e eu fiquei, como sempre, a pensar… realmente há um universo que eu não conheço. (é uma certa característica minha, com que se brinca, que se estranha e questiona. Que se esquece e eu lembro fingindo-me indignada. Com sardas o meu nariz não serve para nada.)

(post de rompante 3)



HaloScan.com