28.12.05
UM NOVO ANO
“- Como? Há uma maneira específica de evitar o sofrimento?
- Sim, existe um meio.
- Uma fórmula, um método, o quê?
- É a maneira como tu aprendes as coisas (…) qualquer coisa pode servir de caminho. É por isso que é preciso nunca esquecer que um caminho é somente um caminho; se tu sentes que o não deves seguir, então sob nenhum pretexto continues a avançar nele. Para obter uma tal lucidez de espírito é preciso disciplinar a sua vida. Então, somente, tu poderás compreender que qualquer caminho não é senão um caminho ao qual tu podes renunciar se o teu coração o deseja sem fazer afronta a ninguém, nem a ti nem aos outros. Mas a tua decisão de prosseguir um caminho ou de o abandonar deve ser livre de medo ou de ambição. Eu previno-te, considera cada caminho com toda a liberdade e com uma grande atenção. Experimenta-o tantas vezes quantas o julgares necessário. Depois coloca-te a ti, e só a ti, uma questão; uma questão que só um velho se pode pôr. (…) No presente, eu compreendo a questão e vou-te dizer: “Este caminho tem um coração?”
Todos os caminhos são os mesmos, eles não conduzem a parte alguma. Há caminhos que atravessam a floresta, outros que vão pela floresta. Na minha própria vida, eu posso dizer que percorri longos, longos caminhos, mas cheguei a algum lado. (…) Este caminho tem coração? Se sim, o caminho é bom, se não é inútil. Estes dois caminhos não conduzem a parte alguma, mas um dentre eles tem um coração e o outro não tem. Um é propício a uma viagem maravilhosa; assim durante todo o tempo em que tu o seguires, tu não fazes senão um com ele. O outro fazer-te-á maldizer a tua vida. Um torna-te forte; o outro torna-te fraco.”


CASTANEDA, C., L’herbe du diable et la petite fumée – une voie yaqui de la connaissance, Paris, Editions du Soleil Noir, 1972

Encontrei este texto num livro de uma querida amiga, Teresa Joaquim, “Mulheres de uma Aldeia”, Lisboa, Colecção Ulmeiro / Fémina – n.º 3, editor José Antunes Ribeiro, 1985

Fiquei muito quieta no escuro depois de o ler, antes de adormecer numa noite mais. Eu e as pessoas que sinto sempre muito perto de mim. Tinha algo a dizer-nos este texto. Tem ainda.
Dedico-o a todos os que para sempre quiserem escolher caminhos com coração.



HaloScan.com