25.12.05
Doces Bárbaros - 26 anos depois
uma_imagem_gira

Primeiro não havia nada, nem gente, nem parafuso
O céu era então confuso e não havia nada
Mas o espírito de tudo quando ainda não havia
Tomou forma de uma jia, espírito de tudo
E dando o primeiro pulo tornou-se o verso e reverso
De tudo que é universo, dando o primeiro pulo
Assim que passou a haver tudo quanto não havia
Tempo, pedra, peixe, dia, assim passou a haver
Dizem que existe uma tribo de gente que sabe o modo
De ver esse facto todo, diz que existe essa tribo
De gente que toma um vinho num determinado dia
E vê a cara da jia, gente que toma um vinho
Dizem que existe essa gente dispersa entre os automóveis
Que torna os tempos imóveis, diz que existe essa gente
Dizem que tudo é sagrado, devem se adorar as jias
E as coisas que não são jias, diz que tudo é sagrado
E não havia nada, espírito de tudo
Dando o primeiro pulo, assim passou a haver
Diz que existe essa tribo, gente que toma um vinho
Diz que existe essa gente, diz que tudo é sagrado.


(Gênesis por Caetano Veloso)

uma_imagem_gira

Estes jovens voltaram bem dispostos tão espectaculares como antes. Por cá podemos assistir ao concerto em DVD ou ouvir o CD velhinho, qualquer um deles perfeito.



HaloScan.com