13.10.05
CCS – Centro Cooperazione Sviluppo
uma_imagem_gira

AJUDAR...
...as crianças desfavorecidas vítimas da guerra, da pobreza, de abusos por parte dos adultos;

OFERECER-LHES...
...o sustento necessário e o acesso à educação, à aprendizagem de uma profissão;

FAZER...
...um esforço no sentido de integrar estas crianças nos seus
próprios países.


Foi com estas finalidades que foi criado em 1988 o Centro Cooperazione Sviluppo (CCS), uma Associação laica de voluntariado que fez da alfabetização e da formação dos jovens os seus objectivos primários.

No ano passado, uma amiga minha que já vem da fase da "aborrescência", estudante de Relações Internacionais na minha faculdade, resolve fazer o estágio curricular do último ano de curso lá fora: Génova, Itália. Encontra o CCS, faz lá o estágio e gosta muito.

No fim do estágio (a dois meses do final) pedem-lhe que faça um projecto em que conceptualizasse "o que seria abrir um CCS em Portugal". Projecto que ela faz com qualidade, mas sem a consciência que isso era o princípio do CCS em Portugal, e do seu começo profissional enquanto coordenadora do projecto.

O CCS é um projecto de adopção/apadrinhamento à distância (só chega agora a Portugal, mas em Itália e no Norte da Europa - os que conheço - é uma função com bastante sucesso), por pessoas europeias de crianças em países sub-desenvolvidos, o principal trabalho deles é feito em Moçambique. Eu, embora admirador confesso desta minha amiga e portanto suspeito, sei que o CCS tem um trabalho muito válido que vale a pena apoiar, deixo-vos a dica. Passem pelo site site da CCS, dêem uma olhada e apadrinhem uma criança, podem fazer a inscrição por lá. Eu já fiz.

Acrescento ao post: entretanto, num envio de mails a divulgar esta associação descobri que outra amiga minha, do Porto, tem uma associação nos mesmos moldes mas que funciona com Timor, onde ela esteve a ajudar. Fica aqui também o site da associação Tane Timor para darem uma vista de olhos.



HaloScan.com