24.6.05
Confidências
Chama-se Confidências. Fala de viagens.
Viagens e confidências.
E naquele momento, com o dia a fechar-se lá fora,
na rua, antes de sentirmos o frio nas roupas leves...
ali, mesmo ali.
Podemos querer misturar a dor e a alegria,
a manha e a graça, viver profundamente.
Tudo o que queremos ser nesta vida
Ganas ou delicadeza.
Conforme.



"Senta-te ao meu lado, que eu vou contar-te a viagem que eu fiz. Dá-me a tua mão para que eu a conte bem!
Dei a volta ao mundo, fiz o itinerário universal. Tudo consta do meu diário íntimo onde é memorável a viagem que eu fiz desde o universo até ao meu peito quotidiano. Vim de muito longe até ficar dentro do meu próprio peito e defendido pelo meu próprio corpo.

Durante a viagem encontrei tudo disposto de antemão para que nunca me apartasse dos meus sentidos. E assim aconteceu sempre desde aquele dia inolvidável em que reparei que tinha olhos na minha própria cara. Foi precisamente nesse dia (…) que eu soube que tudo o que há no universo poderia ser visto com os dois olhos que estão na nossa cara. Não foi, portanto, sem orgulho que constatei que era precisamente por causa de cada um de nós que havia o universo.
E assim foi que, todas as coisas que a princípio me pareciam tão estranhas, começaram logo desde esse dia (…) a dirigirem-se-me e a interrogarem-me, quando ainda ontem era eu que lhes perguntava tudo. (…) Muito maior foi o meu orgulho, portanto, quando tive a certeza de que hoje o universo esperava ansiosamente por cada um de nós. Ontem, cada um de nós viajava por todas as partes do universo, com aquele desejo legítimo de se encontrar, e se a viagem demorou mais do que devia é porque não seria fácil acreditar imediatamente que cada um de nós, estava, na verdade, em todas as partes do universo. Confesso que não pude supor logo de entrada que o papel de que seríamos incumbidos cá na terra fosse precisamente o mais importante de todos. (…)

Todas as coisas do universo aonde, por tanto tempo, me procurei, são as mesmas que encontrei dentro do peito no fim da viagem que fiz pelo universo."

almada negreiros



HaloScan.com