13.4.05
terra da alegria
Às quartas...

«O homem bom que foi Karol Wojtyla pode vir a ser santo. Eu, por mim, gostava que na sua proclamação se ouvissem palavras como… "naquela comunidade, um milagre aconteceu: a guerra acabou, a paz venceu, seguindo o apelo deste homem bom". Para isto, sim, a medicina não tem explicação.» (Miguel Marujo)

«do mesmo modo que de Cristo o mundo reteve sobretudo a Sua Paixão, também deste Papa serão sobretudo recordados os anos derradeiros, os seus rictus de dor, a fragilidade gritante com que se arrastava em visitas pastorais extenuantes, aquele desespero tocante que deixou entrever da sua janela, ao não conseguir pronunciar aquele último Angelus. E sobrepondo-se a todo esse sofrimento, uma determinação terrível em lhe resistir, uma força imparável que, no meio da multidão, o impelia inexoravelmente para o seu Gólgota.» (José)

E ainda, "A Santíssima Trindade" com direito a interpretação herética do Timóteo; Rui Almeida lembrando os trinta e três dias do pontificado marcante de João Paulo I; Fernando Macedo falando da religião instituida e da não-instituida e da sua convivência.



HaloScan.com