5.4.05
Revolução Personalista 6
João Paulo II está nos dois posts de hoje da Terra da Alegria. Um meu e outro do Marco.

Aí termino a série sobre "O Personalismo" de Emmanuel Mounier, desta vez a partir do discurso com que João Paulo II começou o seu pontificado. Não tinha à mão o livro de Mounier, por isso citei de cor a frase com que termino o texto. A versão completa é esta:

«Quando já não tivermos possibilidades de sucesso, resta-nos testemunhar. Não se perde a vida daqueles que souberam dar largo testemunho. Conhecemos a fragilidade de nossas forças e do sucesso, mas conhecemos também a grandeza do nosso testemunho. Eis porque conduzimos sem hesitação a nossa tarefa na certeza da nossa juventude.»

Deixo os links para os vários textos mais ou menos atabalhoados que foram surgindo:
1 - Mounier, o Personalismo, a revista o Tempo e o Modo
2 - o cristianismo e o universo pessoal
2 e meio - política e amor
3 - interioridade e comunicação
4 - da liberdade ou manifesto anti-neoliberalista
5 - da transcendência
6 - conclusão



HaloScan.com