13.4.05
Moby Dick II
Naquela noite em que Ismael chega a Nantucket a estalagem "A Baleia" encontra-se já lotada, sem conhecer a cidade e sem vontade de continuar a vagear por ruas escuras Ismael insiste. O estalajadeiro faz-lhe a proposta de dividir a cama maior da casa com um arpoador que chegaria dentro em breve. Acontece que o estalajadeiro sabia que o arporador era canibal, o que causou um susto enorme em Ismael. Mas Queequeg era um canibal civilizado. Após o pânico os dois adormeceram... Na manhã seguinte:

"Despachei-me depressa e descendo ao bufete aproximei-me do sorridente estalajadeiro. Não lhe guardava rancor, embora se tivesse divertido à minha custa com o meu parceiro de cama.
Uma boa gargalhada é, porém, uma coisa tão apetecida e quase tão rara como um gesto piedoso. Portanto, quando um homem dá motivos para que os outros se riam, e não só não se irrita como até acompanha a hilariedade dos outros e não se ofende quando os estranhos se juntam ao jogo, podemos ter a certeza de que esse homem vale muito mais do que aparenta"


Herman Melville



HaloScan.com