24.3.05
Million Dollar Baby
É difícil aqui respeitar quem ainda não viu o filme. Mesmo assim tentarei fazê-lo (quem mais do que eu detesta que lhe contem um filme?)
Posso dizer que é um filme onde a dureza se transforma em delicadeza, sem que nunca nenhum destas sensações desapareça.
Há crueldade, sim, mas num jeito de filmar e de contar uma história que vai muito além do que é o mundo do boxe (que eu prefiro dizer que não compreendo).
Fica a noção de que todos os dias morre gente a fazer a tarefa repetida de toda uma vida, uma tarefa nunca desejada sem nunca encontrar a sua oportunidade. Onde podemos encontrar a nossa oportunidade: "A magia de arriscar tudo por um sonho que ninguém vê senão tu." ?
Mo Cuishle. Só descobrimos no final.


Frankie Dunn (CLINT EASTWOOD) e Scrap (MORGAN FREEMAN) vale a pena ouvir com atenção.

HILARY SWANK tem o dom de ter feito dois filmes que marcam a minha vida.


boy's don't cry de kimberly peirce



HaloScan.com