19.3.05
China
O crescimento económico da China, admirado e/ou receado por tantos parece fazer-se nestes moldes:

Em muitos locais da china o salário mensal dos operários é de 800 yuans (75 euros) por 10 ou 11 horas de trabalho diário e um dia livre por mês.
Não há lugar para conversar e a ida à casa de banho não deve ultrapassar os 5 minutos. Muitos assalariados de Quan An pernoitam nos dormitórios que a empresa tem num edifício anexo. Pagam 2 euros por mês num quarto infestado de mosquitos, no qual dormem seis a oito pessoas.
"Obedece e trabalha" parece ser a vantagem do trabalhador chinês, um pouco mais barato se for mulher. Quando há conflitos os líderes são presos por vários anos para servir de exemplo.
A transição económica permitiu retirar 250 milhões de chineses da pobreza nos últimos 20 anos.

Notas a partir revista Visão da última semana de Janeiro, artigo de José Reinoso.

O resto do mundo continua maliciosamente cúmplice.




HaloScan.com