25.1.05
Democracia de cada um
Pode ser por descontentamento com os políticos, por se ver poucas coisas melhorarem, por não se gostar de regras, a verdade é que muitos jovens e até alguns menos jovens não dão hoje à democracia o devido valor. Talvez porque não sofreram nenhuma repressão e não tiveram de lutar por ela ou não lhes foram suficientemente bem transmitidos os perigos de desistirmos de uma cidadania activa e nos deixarmos levar pela maré.
Seja o que for que sentimos em relação ao poder político e à democracia temos o dever de ser críticos, sempre de forma responsável e apontando soluções equilibradas e racionais. Está nas nossas mãos mostrar o que nos desagrada e defender os nossos direitos e de todos à nossa volta, especialmente daqueles que têm menos capacidades para o fazer. Porque a democracia é a voz do povo, não nos podemos refugiar nas más decisões daqueles que nos representam, a responsabilidade de fazer do nosso país um lugar justo onde se vivem efectivamente os valores da democracia é de todos nós.
Talvez não estejamos habituados a pensar assim, mas na minha opinião este tipo de envolvimento com o que nos rodeia é verdadeiramente motivante, e é também motivante fazer os jovens pensar de forma responsável na sua participação neste mundo de que tantas vezes se queixam.



HaloScan.com