14.12.04
Berimbau
(Vinícius de Moraes)

Quem é homem de bem não trai
O amor que lhe quer seu bem
Quem diz muito que vai, não vai
Assim como não vai, não vem
Quem de dentro de si não sai
Vai morrer sem amar ninguém
O dinheiro de quem não dá
É o trabalho de quem não tem
Capoeira que é bom não cai
Mas se um dia ele cai, cai bem

Capoeira me mandou dizer que já chegou
Chegou para lutar
Berimbau me confirmou vai ter briga de amor
Tristeza, camará

Se não tivesse o amor (Se não tivesse o amor)
Se não tivesse essa dor (Se não tivesse essa dor)
E se não tivesse sofrer (E se não tivesse sofrer)
E se não tivesse chorar (E se não tivesse chorar)


Me-lhor e-ra tu-do se a-ca-bar (Melhor era tudo se acabar)

Eu amei, amei demais
o que eu sofri por causa de amor ninguém sofreu
Eu chorei, perdi a paz
mas o que eu sei é que ninguém nunca teve mais,
mais do que eu


Não sei quem é o meu mestre de capoeira. Não sei se estudou, se leu, se vê cinema, se viajou muito ou pouco. Sei que tem uma sabedoria rara. As coisas mais simples.



HaloScan.com