6.10.04
cheg�mos � Madeira
Do editorial do "P�blico" de hoje, ainda antes de se saber que Marcelo Rebelo de Sousa abandonaria a sua orat�ria semanal na TVI:

A intelig�ncia fulgurante do ministro dos Assuntos Parlamentares, Rui Gomes da Silva, brindou-nos anteontem com um grandioso contributo para o anedot�rio pol�tico da "rentr�e". Furibundo, espumando de raiva e vermelho de indigna��o, atirou-se � suposta parcialidade dos coment�rios de Marcelo Rebelo de Sousa, na TVI, que, por raz�es de "�dio" ao actual primeiro-ministro passa os seus 45 minutos dominicais de opini�o pol�tica a atacar o Governo.(...)
As palavras apatetadas deste ministro dariam para rir noutras circunst�ncias, e muito. Mas, nos dias que correm, devem ser levadas muito a s�rio.(...)
H� j� algum tempo que o Governo desencadeou uma opera��o de controlo de uma parte do espa�o medi�tico, territ�rio decisivo para as batalhas eleitorais que se avizinham, procurando concretizar uma velha estrat�gia de alguns dos "jovens turcos" que mandam no partido e que vem dos tempos da ascens�o de Dur�o Barroso. Essa estrat�gia passa por controlar editorialmente um di�rio nacional de grande expans�o, a televis�o p�blica e os restantes �rg�os de comunica��o estatizados ou que se encontram debaixo do chap�u de chuva da PT Multim�dia, para gerir em vantagem o ciclo pol�tico que vai at� 2006 e em que o PSD quer ter condi��es para chegar sozinho � maioria absoluta. Como as medidas de Governo podem n�o chegar, venha a propaganda.(...)
Resta saber at� que ponto v�o resistir ao vendaval as estruturas de chefia de alguns t�tulos manifestamente n�o alinhados politicamente (e de outros j� alinhados mas n�o o suficiente...) ou se alguns operadores privados, em particular televis�es, n�o ser�o empurrados para um comportamento d�cil, se quiserem fazer neg�cios, na televis�o por cabo ou na rede de televis�o digital terrestre. Fica ainda por saber se esta "berlusconiza��o estatal" vai concretizar-se sem escrut�nio p�blico, em particular, da Assembleia da Rep�blica, e se n�o entra no card�pio das preocupa��es do Presidente da Rep�blica. � que, se nada se passar, ent�o � porque cheg�mos mesmo � Madeira!



HaloScan.com