11.10.04
Casamento


"N�o acredito no casamento. Juro, a s�rio que n�o. Que fique desde j� bem claro. No seu pior, considero-o um acto pol�tico hostil, uma forma de homens de esp�rito tacanho manterem as mulheres em casa e sem que os macem, embrulhadas no len�ol das tradicionais balelas religiosas. No seu melhor � uma feliz ilus�o, de duas pessoas que realmente se amam e n�o fazem a menor ideia do mal que se far�o uma � outra. Mas quando duas pessoas sabem mesmo o que as espera e decidem, de olhos bem abertos, casarem-se � mesma, nesses casos n�o o considero nem conservador nem ilus�rio; acho o casamento radical, corajoso e muito rom�ntico".
A personagem Tina no filme Frida

N�o sou casada. N�o sei se me casarei. N�o faz parte dos meus sonhos aquela festa com imensos convidados, um vestido branco enorme e comida at� fartar. Esse neg�cio n�o me diz nada.
Gosto da ideia de duas pessoas quererem e acreditarem que ficar�o juntas e que isso seja comemorado.
Gosto ainda mais da ideia de que ser� dif�cil. Investimos o que somos, juntamos coragem e amor. Radical, sim claro!



HaloScan.com