10.9.04
leituras de Ver�o III
Sempre gostei de filmes de terror. Ali�s, o cinema foi sempre coisa do diabo, como muito bem viram santos padres, do tempo em que os havia. Quando o comboio dos Lumi�re chegava � gare de Ciotat, a assist�ncia n�o batia palmas, mas desandava a correr, para n�o ser esmagada pelo impar�vel avan�o da m�quina. Mais tarde, desataram a fugir os que ouviam rugir, pela primeira vez, o le�o da Metro, convencidos que o animal n�o demorava a saltar-lhes em cima. Nunca gostou de cinema quem n�o gosta do escuro. E de ter medo. Como dizia a publicidade de um dos �ltimos grandes filmes de terror -- The Fly de David Cronenberg (1986), um dos raros casos em que o remake ultrapassou o original -- �Be afraid, be very afraid.�

(da recolha das cr�nicas de Jo�o B�rnard da Costa no "Independente" -- Os filmes da minha vida, os meus filmes da vida)



HaloScan.com