25.6.04
� Tuga com sofrimento!
Monsanto. Durante todo o jogo acalentava esperan�a: "n�o quer�amos um jogo p�ra doce n�o �? Quer�amos ganhar e passar mas com m�rito e estamos a jogar bem, vamos marcar, vamos marcar e nunca mais marc�vamos". O pessimismo vinha-me � cabe�a com a forma: "somos t�o bons em vit�rias morais que somos bem capaz de jogar o jogo todo muito bem e perder com um golo sofrido aos 3 minutos..."
O gajo tira o Figo, "ep�, n�o tires o Figo agora!" J� � a segunda v�s que o Filip�o me engana (gostei de v�-lo comovido, eu sou assim adoro estes sentimentalismos...)
(Figo fez uma birra completamente est�pida ontem de que n�o precisava, ainda por cima sendo capit�o de equipa. Foi para o balne�rio, n�o viu o resto do jogo e n�o esteve com a equipa durante os penalties).
Foi o jogo todo a sofrer, nervoseira, ansiedade, uma press�o desumana. Quando j� pens�vamos que j� t�nhamos sofrido tudo e que era merecido uma vit�ria de gola�o no prolongamento a Inglaterra empata e deu-se um sil�ncio abismal de meter medo. Lotaria dos penalties, sorte portuguesa.
No final o Fado era de alegria.

nota: o Inimigo P�blico de hoje (tamb�m) � genial.



HaloScan.com