30.4.04
Os Recordes do José Manuel Fernades
O Recorde
"O Brasil tem 11 por cento dos homicídios registados em todo o mundo, afirmou o representante do programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Carlos Lopes, apesar do país representar 2,8% da população mundial. Carlos Lopes falava quarta-feira no Rio de Janeiro durante a abertura de um Seminário Internacional de Armas. O representante da ONU lembrou que no Brasil 40 mil pessoas são mortas anualmente com o uso de armas de fogo. "Este número é superior ao das vítimas da guerra do Iraque. Portanto, num país que está em paz é difícil conceber que haja tantas mortes resultantes da utilização indevida das armas", afirmou."
Publico, 30 de Abril 2004


Há dias em que acordo triste...
Abri o jornal, e pimba apanho com esta. O José Manuel "Bush" Fernandes já nos podia ir poupando destas, pois ele sabe que nos sabemos aquilo que ele pensa daquilo que nos pensamos do que ele pensa sobre a Guerra no Iraque. Assim, ele não podia deixar de lançar mais uma propaganda direitista camuflada em "Recorde".
O representante da ONU na sua vontade ingénua de fazer crer a sua retórica à plateia do seminário tem aqui uns equívocos:
Ponto 1 - o Brasil representa 1.9% da população mundial e não 2.8%. Os 0.9% são sensivelmente, a população do nosso querido Portugal. Com os 40 mil dos homicídios, matou ele em segundos 10 milhões de compatriotas.
Ponto 2 - a comparação com a guerra do Iraque! Porque não usou ele outros números estatísticos do mesmo país? Sabemos que a base de comparação está nas armas, mas não podia o representante da ONU usado números da Organização Mundial de Saúde relativamente aos acidentes de transito no mesmo período de tempo no Brasil? (só foram 33.000)
Responderia ele: Claro que não! Esses não são homicídios!
E no Iraque?!
Ponto 3 - "É difícil conceber que haja tantas mortes resultantes da utilização indevida das armas" dizia Carlos Lopes.
Utilização indevida!!!? Estou parvo! Se é errada deve haver uma forma certa de as utilizar? Não conheço. Provavelmente só no Iraque!?

A esta hora estar� José "Bush" Fernandes a pensar:
Que ideia a aquela das mortes no trânsito!
Dah! No Iraque por esta altura já não devem haver carros para se fazer este tipo de comparação!

Já agora Lula da Silva descalça depressa esta pedra do sapato!



HaloScan.com